mesias.jpg

Antônio MESSIAS DA ROCHA Filho, nasceu no dia 17 de março de 1945 em Ritápolis – MG, à época distrito de São João Del Rei, onde fez seus primeiros estudos no Colégio São João da Congregação Salesiana.  Desde a infância cultivou o gosto pela literatura, em especial a poesia. Mudou-se para Juiz de Fora em 1959 onde continuou seus estudos.

Nesta cidade conheceu inúmeros poetas e trovadores como Roberto Medeiros, Hegel Pontes, Cezário Brandi (Zoquinha), Dormervily Nóbrega e outros com quem teve o previlégio de conviver. Fez parte do NUME – Núcleo Mineiro de Escritores e faz parte da União Brasileira de Trovadores – UBT, entidade da qual hoje é o presidente da seção de Juiz de Fora.

A convivência com Roberto, Hegel e Zoquinha foi o passo inicial para ingressar no mundo da música e do Samba. Participou de numerosos festivais de música e em 1978, com a música “Escravos de Jó”, foi vencedor do Festival de Boa Esperança em parceria com Zé Polessa. Participou de inúmeros concursos de poesia e Jogos Florais, nos quais obteve significativas premiações. É também o autor da letra do Hino do Tupi em parceria com Geraldo Santana e Carlos Odilon.

No que tange ao samba, é autor da letra de sambas para várias escolas da cidade, embora a Feliz Lembrança seja sua escola do coração. Ironicamente, nesta escola, tem apenas um samba em 1980: “Baco e o Milagre do Vinho no País do Carnaval”(parceria com Paulo Canário, Tuka e Paulinho Jalão). Dos Sambas de sua autoria, destaca ainda “Carlos Bracher uma explosão de luz e Cor” (2002-Juventude Imperial -parceria com Flavinho, Chiquinho e Josi) e “Martinho de Todas as Vilas” (Juventude Imperial - parceria com Flavinho), “Luz, Câmera, Ação!”  (2007 – Real Grandeza - parceria com Paulinho Jalão e Moacir do Cavaco), “Ibitipoca, a natureza em eterno movimento” ( 2009 - Unidos do Ladeira – parceria com Paulo Canário e Álvaro Rocha) e “ Ô abre alas, que a Côrte Real acabou de Chegar  (2008 – Mocidade Independente do Progresso – parceria com Paulinho Jalão e Moacir do Cavaco. Ao todo são 18 sambas compostos para Unidos do Monte Castelo, Castelo de Ouro, Feliz Lembrança, Unidos do Ladeira, MOCIDADE Independente do Progresso, Real Grandeza e Águia de Ouro. Seus principais parceiros em ordem alfabética:  Geraldo Santana, Moacir do Cavavaco, Paulo Canário, Paulinho Jalão, Tuka, Zezé do Pandeiro.

 

Em 2011, 2012 e 2014, Messias em parceria com Paulo Canário participou também do Concurso de Marchinhas carnavalescas tendo sempre ficado entre as finalistas.