THEREZINHA DE JESUS LOPES

THEREZINHA DE JESUS LOPES nasceu em Juiz de Fora- MG. Poetisa, trovadora, premiada em concursos nacionais e internacionais. Medalhas de ouro, prata e bronze. Recebeu Troféu Revelação UBT 1997. Professora em três colégios. Cursou Teoria da Literatura Brasileira e Linguística na UFJF. Membro da UBT, da Academia de Letras da Manchester Mineira, da Casa do Poeta Belmiro Braga, da Academia Juiz-forana de Letras, da Associação de Cultura Luso-Brasileira, do Clube Simpatia, em Portugal, e da ADABL – Associação dos Diplomados da Academia Brasileira de Letras – RJ. Título de Poeta Maior na Entidade Cultural Casa do Mestre (Magé – RJ). Participante de várias antologias, inclusive, Amizade em Prosa e Verso (Edições ALBA-2007), Brasileiros em Prosa e Verso (Edições ALBA – 2008), Emoções em Prosa e Verso (Edições ALBA – 2009). Reside em Juiz de Fora.

Uma gota de ternura,
neste mundo em desalinho, (Menção Especial em Belo Horizonte - 2007)
traz conforto na amargura,
é centelha de carinho...

Quando a carícia lhe vem
das mãos ternas da criança
é prenúncio de que alguém
deixa marcas de esperança...

O mineiro viajando,
passa um ano na Bahia,
acha a mulher esperando...
Diz: Uai, comeu melancia?

Pura e sincera amizade,
grande esperança nos traz,
pois, amigos de verdade
semeiam a flor da paz.

A palavra tem poder
de ferir um coração...
Pense no que vai dizer,
não destrua uma ilusão.

A chama do teu olhar
é qual vela flamejante,
vem minha alma iluminar,
teu olhar é fascinante.

Não é a escolaridade
que traz boa educação,
mas, sim, um lar de verdade
onde há amor, paz e união...

No peregrinar da vida,
plantemos sempre harmonia,
visando safra florida
de muita paz e alegria.

Acalento em minha mente
o ideal mui profundo:
acolher sempre um carente
e espalhar paz pelo mundo.

O livro é feito semente:
quando cai em terra boa
floresce... é prazer crescente,
não é um semear à toa.

Tu foste um raio de sol
a iluminar minha vida,
qual esplendor do arrebol
em minh’alma tão sofrida.

Nas trilhas da minha vida,
altas montanhas subi...
A Deus sou agradecida,
sofri, lutei, mas venci.

O lar é berço divino,
que, embalando nosso ser,
enseja melhor destino
para o nosso bem viver...

A palavra liberdade
tem um valor infinito...
Só comprova esta verdade
quem cometeu um delito.

Não guarde em seu coração
sentimentos de rancor;
um abraço de perdão
é nobre lição de amor...

Há silêncio... A noite desce...
Doce e sublime harmonia...
Vibra o coração em prece
no encanto da Ave-Maria.

Doar sangue é doar vidas,
é nobre gesto de amor;
vem de almas enternecidas,
de grande e excelso valor.

Na sede dos teus carinhos,
meu coração sempre avança;
procura e encontra entre espinhos,
mananciais de esperança.

Cultura... um bem precioso,
é nobre herança dos pais;
um legado valioso
que não se acaba, jamais!

Minha primeira morada
era um cantinho tão terno...
Só carinho e muito amada
no doce ventre materno.

No sorriso da criança,
há um encanto angelical;
é luz, é paz, é esperança,
é benção celestial...

Na busca de melhor sorte,
meu barco, entre torvelinhos,
achou seu rumo, seu norte,
nas ondas dos teus carinhos.

Guardo daquela pracinha,
ditosas recordações
do alegre som da bandinha
que embalava os corações.

Minhas féria tão sonhadas,
foram de grande valia;
sol dourado... caminhadas,
hoje a mente é só poesia!

Quando o sol brilha na mata,
cheio de encanto e magia,
faz rendilhado de prata...
É o esplendor de um novo dia!

Meu Brasil, solo sagrado,
és tão rico e tão fecundo,
por Deus és abençoado,
sendo o mais belo do mundo!

Minha mãe, doce saudade,
deixou cedo o nosso lar,
foi a mais santa bondade,
hoje é estrela a me guiar!

THEREZINHA DE JESUS LOPES